Fiat Powertrain inaugura fábrica no Paraná.

No último dia 30 de junho, a Fiat Powertrain Technologies (FPT) inaugurou oficialmente a fábrica de Campo Largo, no Paraná. A terceira unidade da FPT no Brasil (as outras duas ficam em Betim e Sete Lagoas, em Minas Gerais, além de uma fábrica de transmissões em Córdoba, na Argentina) está funcionando nas antigas instalações da Tritec Motors, adquirida em 2008. Desde então, o Grupo Fiat já investiu R$ 250 milhões na unidade.

 

A fábrica conta com quatro linhas de usinagem, para bloco, virabrequim, biela e cabeçote, com um total de 54 máquinas. Um dos seus principais diferenciais é a automação no abastecimento de usinados à linha de montagem via “gantries” (abastecimento aéreo), eliminando a necessidade de empilhadeiras para abastecimento de materiais no processo produtivo (o sistema fork lift free)

 

Com capacidade instalada para 330 mil motores/ano, a fábrica de Campo Largo aumenta em 20% a capacidade de produção da FPT no Mercosul, saltando para 2,5 milhões de motores/ano. Neste primeiro ano de operação, devem ser produzidas 120 mil peças. Hoje com 300 funcionários, tem capacidade para produzir 350 motores/dia. Até o final de 2010 deve chegar a 800/dia.

 

No Paraná, já estão sendo produzidos motores E.torQ de 1.6 e 1.8 litro que irão equipar o novo Fiat Punto. Um dos objetivos da FPT é o de exportar a maior parte da produção de Campo Largo já a partir de 2011. O principal executivo da FPT mundial, Alfredo Altavilla, presente à inauguração, informou que a linha E.TorQ é competitiva em termos internacionais, com grandes chances de entrar no mercado norte-americano. “Temos a possibilidade de fechar negócio com a Chrysler”, disse.

 

Constituída em março de 2005, a FPT – Powertrain Technologies reuniu todas as atividades de desenvolvimento e produção de sistemas de propulsão do Grupo Fiat: Fiat Group Automobiles (Fiat Powertrain), Iveco (Iveco Motors) e Centro Ricerche Fiat e Elasis. Hoje, está presente em dez países, possui 22 fábricas, 14 centros de pesquisas e conta com cerca de 20 mil funcionários – cerca de 3.500 no Mercosul.

 

 

Fonte: Usinagem Brasil

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Associações e parceiros