O que é um ERP? Veja como essa solução pode ajudar o seu negócio

Se no passado a resposta para crescer na indústria era sempre aumentar o pátio, comprar mais máquinas, contratar mais gente, hoje esse conceito mudou bastante. Para competir na ponta do mercado, o gestor de indústria precisa aprender a fazer cada vez mais com cada vez menos.

Mas você sabia que existem softwares capazes de te auxiliar nessa busca, oferecendo integração e otimização de todas as etapas de gestão empresarial? Neste artigo, vamos te contar o que é ERP e como ele pode ser o mapa para o caminho do seu sucesso!

O que é ERP?

A sigla ERP vem de Enterprise Resource Planning, ou Planejamento de Recursos da Empresa. É um conceito utilizado para qualquer tipo de método de administração integrada e centralizada dentro de um negócio, mas que ganhou fama por dar nome aos softwares que trazem automação, otimização e economia para gestores.

Um sistema ERP é um software que abraça todos os setores da empresa em um único ambiente virtual. Ele é capaz de coletar, cruzar e relatar dados de diversas áreas, como finanças, compras, produção, e torná-los disponíveis a alguns cliques de distância.

Existem dois tipos de ERP:

  • os softwares genéricos são geralmente mais baratos, mas exigem muito esforço para implementação e customização;
  • os softwares de nicho são criados para empresas e situações específicas, feito sobre medida para um setor.

Por isso, se você quer extrair todo o potencial de um ERP sem precisar de muito trabalho na sua adequação, encontrar uma alternativa específica para o modelo de produção da sua empresa é uma boa ideia.

Mas que vantagens são essas? Nós te contamos nos próximos tópicos!

Por que um ERP é importante para a gestão do seu negócio?

O ERP é um investimento no crescimento da empresa. Se você chegou em um momento em que há pouco tempo e muito trabalho ou pouco trabalho e muito dinheiro, o software de gestão empresarial pode otimizar todos os aspectos que dificultam uma visão mais estratégica do negócio.

Controle financeiro

Quando uma empresa chega em determinado tamanho, fica impossível lidar com as finanças como era feito antigamente, no papel e na planilha, e ainda conseguir competir de igual para igual no mercado.

Um sistema ERP é a solução para unificar o controle financeiro, colocando em um só ambiente informações como compras, gastos de recursos, margem de lucro, salários e ainda calcular questões relacionadas ao fisco de forma automatizada.

Operação

No mesmo sistema, você ainda conta com ferramentas poderosas de gestão operacional. Controle de estoque, desempenho do maquinário, gestão de contratos de fornecimento e de entrega, são alguns exemplos de processos operacionais que podem estar ao seu alcance em qualquer hora, em qualquer lugar.

Administração

Hoje, um sistema ERP é o maior aliado de administradores no mundo inteiro. Isso porque, além dos outros tópicos, um sistema integrado é capaz de reunir informações sobre produtividade dos funcionários, estratégias de negócio, relacionamento com colaboradores, fornecedores e clientes. É uma solução completa que prepara o gestor para competir no topo do mercado.

De que forma o ERP pode melhorar a qualidade do produto entregue ao cliente final?

Quando falamos em vantagens no mercado, estamos falando de uma fórmula simples, mas que nem sempre é fácil de reproduzir: fazer o melhor com o mínimo de recursos. Se a sua preocupação é entregar um produto com qualidade e agilidade para o cliente, essas são as características do ERP que podem te interessar.

Integração

Hoje é fundamental que toda a equipe consiga colaborar em tempo real e encontrar novas formas de otimizar o seu próprio trabalho. Um bom sistema ERP segmentado pode tornar essa integração plena e eficiente.

É algo que pode parecer simples, mas na comunicação mal feita acontecem ruídos que podem impactar na qualidade dos produtos. Sem uma comunicação eficiente, um pedido “x” que foi feito, pode se tornar “y”.

Aumento de produtividade

Além disso, essa facilidade na comunicação e gestão de tarefas dentro de um ambiente integrado é o começo de uma indústria mais produtiva. A busca no mundo corporativo é sempre fazer mais por menos e a própria diminuição da carga de trabalho pode tornar seus funcionários mais proativos, flexíveis e estratégicos. É hora de todos contribuírem para o crescimento da empresa.

Otimização de processos

Boa parte dessa produtividade é alcançada com a otimização de processos. Softwares ERP podem eliminar uma série de tarefas administrativas, automatizando a coleta de dados de produção, por exemplo (possível hoje por meio de Internet das Coisas).

Em um ERP, todas as informações relevantes para a indústria estão disponíveis em um sistema simples de usar, capaz de cruzar e interpretar dados. Tirando esse peso das suas costas, você tem muito mais tempo para dedicar a questões mais importantes.

Ajustes estratégicos

E que questões são essas? Novos nichos, novas oportunidades de mercado, novas metodologias de trabalho e processos produtivos. Se toda a gestão da empresa está concentrada em um software apenas, é muito mais fácil e rápido ajustar estratégias de negócio que façam a empresa crescer.

Economia de recursos

Um exemplo claro disso é a busca por economia na cadeia de produção. Um bom sistema ERP pode indicar que uma otimização em determinada parte do chão de fábrica agiliza um processo e permite que você mantenha estoques menores. A reorganização de rotinas de manutenção pode aumentar o tempo de vida do maquinário e ainda diminuir consideravelmente o tempo parado.

Esse é o tipo de economia que só pode ser feito quando se tem uma visão geral do negócio, como cada peça funciona e como elas se encaixam. Um sistema de gestão empresarial pode ser o software que você precisava para ter esse ponto de vista.

Mais confiabilidade no mercado

Estratégias mais modernas, produção otimizada e econômica, produtividade, integração e qualidade na entrega: esses são os itens que tornam uma empresa confiável, com preços competitivos, prazos bem estabelecidos e capacidade de atender um mercado cada vez maior e mais exigente.

Sem um software ERP, já é quase impossível brigar com a concorrência nesses aspectos. Se você esperar muito, talvez seja tarde demais para entrar na disputa.

Por que investir em um ERP segmentado para a indústria mecânica?

Depois de saber o que é ERP e conhecer tantas vantagens para a sua empresa, fica difícil não começar a pesquisa agora e encontrar a solução para o seu negócio. Mas que tal ir direto ao que você precisa?

Se você trabalha no segmento de indústria mecânica, é muito importante que o software escolhido seja segmentado para a natureza da sua produção. ERPs genéricos costumam focar muito no administrativo e te obrigam a utilizar mais de uma solução para cobrir todas suas necessidades — o que acaba com o propósito de integração.

Você precisa de um sistema que faça a gestão de ponta a ponta: orçamento, integração das informações com a engenharia, faturamento, coleta de dados das máquinas etc. O software precisa se basear em conceitos de Indústria 4.0 e ter suporte a dispositivos IoT.

Que tal então entrar em contato conosco e solicitar uma demonstração do nosso software ERP? A GRV tem soluções completas para a administração de indústrias, com integração vertical que te dá controle do financeiro até o chão de fábrica!